Para desespero de muitas mulheres, as estrias, que são aquelas marquinhas que se formam quando acontece o estiramento da pele, destruindo as fibras elásticas e colágenas, podem aparecer em diferentes regiões do corpo, como seios, abdômen, glúteos, coxas e bumbum.

Gravidez, ganho de peso, crescimento abrupto, e colocação de próteses de silicone, estão entre as principais causas do problema.

Embora o incômodo seja mais estético, as estrias podem acabar interferindo na autoestima e segurança das mulheres, principalmente, adolescentes.

Por isso, quanto antes detectá-las e tratá-las, mais fácil será o tratamento e melhor o resultado.

Nas, infelizmente, nem sempre elas são detectadas á tempo, ou seja, antes de se tornarem brancas, que é a cor que assumem as mais antigas, principalmente, quando estão localizadas em determinadas regiões, difíceis de visualizar.

Embora tratar as vermelhas, portanto, as mais recentes, seja mais fácil e rápido, é possível também, tratar as brancas, se não apagá-las completamente, ao menos, deixá-las quase imperceptíveis.

E é o que mostraremos agora, 4 dicas para tratar estrias brancas. Confira!

1. Invista em uma boa alimentação

Pesquisas já comprovaram que a alimentação reflete em nossa pele, unhas, cabelos. Assim, as estrias podem ser amenizadas com o consumo de alimentos antioxidantes e devem ser combatidas com vitaminas, que são essenciais para a saúde da pele, tais como:

  • vitamina A: ela é responsável pela formação de novas células, podendo ser encontrada na abóbora, cenoura, couve, pimentão, ovo e mamão;
  • vitamina C: participa na produção de colágeno, portanto, ajuda a prevenir estrias, podendo ser encontrada em frutas cítricas, como acerola, laranja, tangerina, goiaba e morango;
  • vitamina E: possui propriedades antioxidantes e participa na produção de colágeno, podendo ser encontrada em óleos vegetais, gérmen de trigo, amêndoas, entre outras.

2. Pratique exercícios físicos

Não é novidade alguma que a prática de exercícios físicos regulares traz inúmeros benefícios, dentre eles, deixar a pele mais firme, diminuindo as chances de rompimento das fibras. A dica é investir em atividades como  caminhada, agachamento e abdominais.

3. Aposte em tratamentos estéticos

Infelizmente, diferente das estrias vermelhas, que são aquelas mais recentes, as brancas são difíceis de tratar, mas alguns tratamentos estéticos podem, se não fazê-las desaparecer completamente, ao menos, deixá-las quase imperceptíveis. Tais como: Striort, Carboxiterapia e Peeling.

Para um melhor resultado, no caso das estrias brancas, esses tratamentos costumam ser combinados com outros complementares.  

4. Use cremes específicos

Geralmente, são indicados cremes específicos para auxiliar no tratamento das estrias brancas, como o creme Silk Skin, para melhorar a produção de colágeno, deixando a pele mais firme e reduzindo o comprimento e a grossura das fibras.

Também é recomendado o uso do óleo de rosa-mosqueta, por seu efeito regenerador sobre a pele.

Outro óleo muito recomendado é o óleo de camelina, por ser rico em ômega 3, que colabora para a elasticidade da pele, diminuindo a aparência das estrias.

No mais, nunca é demais lembrar que a pele é o reflexo de nossos hábitos, bons e ruins, por isso, quanto mais investir em uma boa alimentação, na prática de exercícios físicos, mais a pele vai responder positivamente.

Leave a Reply